Análise das interferências da coordenação de projetos durante a execução de obras

Camilla Araújo Coelho Oliveira, Débora de Gois Santos

Resumo


O mercado imobiliário no Brasil tem se tornado bastante competitivo nos últimos anos, devido ao aumento da exigência dos clientes por maior qualidade no produto como também pelo prazo de entrega mais curto. Novas práticas relacionadas aos projetos surgem associadas ao desenvolvimento gerencial e tecnológico. Para isso, existe a necessidade de uma coordenação eficiente de tarefas e uma comunicação adequada entre os envolvidos. Essa pesquisa se desenvolveu com o objetivo de analisar as principais interferências causadas pela falta de coordenação de projetos durante a execução da obra, segundo a visão de projetistas e engenheiros, bem como propor medidas para a obtenção de melhorias no processo de projetos. Para isto, foram realizadas entrevistas com os agentes envolvidos na coordenação de projetos, ou seja, os projetistas e os executores. Foram identificadas as interferências entre os projetos a partir das principais dificuldades para se projetar e organizar o empreendimento. Os principais problemas referiram-se ao projeto arquitetônico. Sendo assim, espera-se com este diagnóstico contribuir para o melhoramento do desempenho dessa etapa.


Palavras-chave


Coordenação de Projetos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14808/sci.plena.2015.113301

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.