Diversidade genética em germoplasma de Anarcadium occidentale

Ana Veruska Cruz Silva, EVANDRO NEVES MUNIZ, Ana Silva Ledo, Allivia Rouse Carregosa Rabbani, Julie Anne Espíndola Amorim, Marina Ferreira Vitória

Resumo


Com o decréscimo da produtividade do cajueiro e a maior exigência do mercado para a qualidade dos seus produtos torna-se necessário conhecer e avaliar a base genética disponível para potencializar a seleção de genótipos superiores. Com o objetivo de avaliar a diversidade genética entre clones do Banco Ativo de Germoplasma de Cajueiro, foi desenvolvido o presente trabalho, utilizando marcadores RAPD. A menor distância genética foi verificada entre o cajueiro CJ5 (AO) e CJ9 (T1C18), e a maior, entre CJ1 (BRS226) e CJ17 (P2O1). Os marcadores RAPD são eficientes na caracterização molecular do cajueiro, sendo possível quantificar a variabilidade genética entre os clones e a pré-seleção de grupos a partir do método de agrupamento UPGMA e ACoP.


Palavras-chave


caju; marcadores moleculares; variabilidade

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena
Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.