Uso do resíduo de laranja lima e da casca de coco verde na produção de enzimas

Autores

  • Ana Karla Souza Abud Universidade Federal de Sergipe http://orcid.org/0000-0001-6610-6084
  • Micaela Lopes Araújo Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química/Universidade Federal de Alagoas
  • Renata Maria Rosas Garcia Almeida Universidade Federal de Alagoas

DOI:

https://doi.org/10.14808/sci.plena.2015.104201

Palavras-chave:

resíduos, fermentação semi-sólida, enzimas

Resumo

Com uma economia baseada na produção agrícola, o Nordeste brasileiro apresenta grandes volumes de resíduos que, quando não adequadamente dispostos, geram problemas ambientais e de saúde, devido à atração de insetos e roedores e o mau cheiro oriundos do processo de degradação. Como alternativa para minorar tais problemas e agregar valor aos resíduos, com a formação de produtos de interesse comercial, surgem os processos biotecnológicos. A aplicação da fermentação semi-sólida (FSS) é uma destas alternativas, destacando-se por ser um processo simples e de baixo custo. Avaliou-se neste trabalho o uso de resíduos agroindustriais como substrato para a produção de enzimas hidrolíticas por fermentação semi-sólida a partir do fungo Aspergillus niger, conduzidas em frascos Erlenmeyers de 250 mL suplementados com meio mineral, de forma a se ter um conteúdo final de umidade em torno de 60%. A cinética de crescimento foi acompanhada através de medida das atividades enzimáticas, acidez, pH, açúcares redutores (AR) e açúcares redutores totais (ART). Os resultados obtidos mostraram boa eficiência na produção de poligalacturonase ao utilizar resíduos de casca de coco verde, bagaço de laranja lima e a mistura dos dois resíduos como substrato, sendo a maior atividade poligalacturonásica 52,48 U/g, 22, 52 U/g e 38,68 U/g, respectivamente, com fraca atividade de pectinase em ambos. Obtiveram-se baixos valores para as atividades de avicelase e carboximetilcelulase para todos os resíduos, o que indica a necessidade de um pré-tratamento alcalino para promover maior indução enzimática.

Biografia do Autor

Ana Karla Souza Abud, Universidade Federal de Sergipe

Professor do Departamento de Tecnologia de Alimentos da Universidade Federal de Sergipe

Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química da Universidade Federal de Alagoas

Downloads

Publicado

2015-10-09