Gerenciamento de semáforos e análise do impacto da dispersão de poluentes utilizando o simulador SUMO

Míriam Blank Born, Diana Francisca Adamatti, Marilton Sanchotene de Aguiar

Resumo


Na atualidade, a mobilidade urbana e a qualidade do ar são assuntos de destaque, devido ao tráfego intenso de veículos e a emissão de poluentes dissipada na atmosfera. Na literatura, foi proposto um modelo de controle otimizado de semáforo utilizando Algoritmos Genéticos (AG). Estes algoritmos foram introduzidos neste contexto de controle de trânsito, buscando possíveis soluções para a problemática de semáforos nos grandes centros urbanos. A análise da dispersão de poluentes torna-se um aspecto importante de ser estudado e avaliado, para que soluções viáveis sejam implantadas visando a melhoria do tráfego urbano e da qualidade do ar. Assim, este trabalho tem como objetivo o desenvolvimento de um Algoritmo Genético (AG) capaz de auxiliar no gerenciamento de semáforos do centro da cidade de Rio Grande/RS e analisar, a partir de cenários simulados no simulador SUMO (Simulation of Urban Mobility), o impacto da dispersão de poluentes nesta área.

Palavras-chave


Algoritmos Genéticos, Dispersão de Poluentes e SUMO.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14808/sci.plena.2015.081333

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena
Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.