Trajetórias e experiências de socialização docente na perspectiva de gênero

Alfrancio Ferreira Dias, Felipe de Souza Matos, Maria Helena Santana Cruz

Resumo


O objetivo deste artigo é mostrar que as trajetórias e experiências de socialização dos/as docentes são importantes para uma reflexão relativa aos sentidos e significados atribuídos ao trabalho. A pesquisa foi desenvolvida no modelo de estudo qualitativo, por meio de estudo de caso para a coleta de dados, através da aplicação de questionários e entrevistas semiestruturadas.  Concluiu-se que as trajetórias e a diversidade de experiências de socialização dos/as docentes são relevantes para a análise das relações sociais de gênero, no campo do trabalho docente, na medida em que é nas trajetórias de vida que se configuram os sentidos e significado do trabalho, privilegiando suas formas de produção/reprodução nos espaços de socialização e na relação entre formação/trabalho/contexto familiar.


Palavras-chave


Docência; Gênero; Trajetórias.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.