Avaliação do equivalente de dose pessoal “HP(d)” em um sistema de monitoração individual externa para raios X e gama

C. Santoro, J. A. Filho, M. A. P. Santos

Resumo


A monitoração individual externa tem o objetivo de estimar a exposição às fontes externas de radiação ionizante X e  γ, as quais os trabalhadores ocupacionais estão submetidos, rotineiramente ou potencialmente, a fim de assegurar que condições radiológicas para o local de trabalho sejam aceitáveis, seguras e satisfatórias. A avaliação da dose recebida por trabalhadores deve atender os limites autorizados por organismos nacionais regulatórios. Atualmente dois sistemas de unidades radiométricas convivem, ambos sendo baseados em resoluções da International Commission on Radiation Units and Measurements (ICRU). No chamado sistema convencional, as doses recebidas pelos trabalhadores são avaliadas por meio da dose superficial (Hx), que é estimada por dosímetros, usados na superfície do tórax, calibrados em termos do kerma no ar. No sistema mais recente, as doses recebidas pelos trabalhadores são avaliadas por meio do equivalente de dose pessoal (HP(d)), sendo os dosímetros calibrados em termos da dose sobre um fantoma. Este sistema aprimora a forma de avaliar, por considerar a influência do espalhamento e absorção da radiação pelo corpo humano. O objetivo deste trabalho foi adaptar um serviço de dosimetria fotográfica as recentes publicações da ICRU, para avaliação de monitores individuais em função do equivalente de dose pessoal (HP(d)). Para tal, foi utilizada uma metodologia simples, baseada na Programação Linear. Na adaptação deste serviço foram determinadas curvas de calibração para as qualidades de radiação, espectros largos (W) e estreitos (N), descritos pela International Organization for Standardization (ISO 4037-1, 1995). Estas curvas de calibração oferecem uma melhor exatidão na determinação das doses e energias abaixo de 140 keV, melhorando a qualidade do serviço prestado à sociedade. 

Palavras-chave


monitoração individual, dosimetria fotográfica, programação linear.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.