A Influência de Maximilien Sorre e Vidal de La Blache na Geografia Médica de Josué de Castro

R. G. Vieites, I. A. Freitas

Resumo


Uma análise histórica do pensamento geográfico  demonstra que a associação entre a Geografia e a Medicina ocorre desde tempos remotos, tendo como pano de fundo a interface entre elementos como saúde, meio ambiente e espaço. Este estudo procurou demonstrar as influências que os geógrafos Vidal de La Blache e Maximilien Sorre exerceram sobre a obra de Josué de Castro (médico e “geógrafo” brasileiro). Estas influências podem ser constatadas  desde as primeiras obras de Castro relacionadas à espacialização da saúde, ainda muito impregnadas pelo possibilismo vidalino e pela utilização de conceitos próprios desta escola geográfica, até o lançamento dos livros Geografia da Fome e Geopolítica da Fome, quando a visão ecológica de Sorre e o contato com outras ciências humanas ampliaram o horizonte crítico das obras castrinas.

Palavras-chave


possibilismo, Vidal de La Blache, Maximilien Sorre, Geografia Médica , Josué de Castro

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.