Fitossociologia de um trecho de floresta ombrófila densa na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Uacari, Carauari, Amazonas

Rosival Barros de Andrade Lima, José Antônio Aleixo da Silva, Luíz Carlos Marangon, Rinaldo Luiz Caraciolo Ferreira, Roseane Karla Soares da Silva

Resumo


A região Amazônica vem sofrendo interferência humana inadequada há décadas, sendo intensificada nos últimos vinte anos, exigindo da sociedade uma perspectiva de aproveitamento sócio-econômico mais elaborado e consistente, incluindo aspectos sobre o conhecimento de sua biodiversidade. O objetivo do presente estudo foi conhecer a estrutura fitossociológica do componente arbóreo de um trecho de floresta ombrófila densa, localizada na comunidade do Pupunha, pertencente a Reserva de Desenvolvimento Sustentável Uacari, situada no município de Carauari, Amazonas, afim de se obter informações sobre a atual situação dos fragmentos florestais, para que possam ser estabelecidas estratégias de conservação e preservação, bem como embasar a formulação de pesquisas que visem à disseminação do conhecimento e a sua aplicação na produção sustentável. A amostragem foi realizada em uma área de 275 ha, a qual foi cortada por três transectos, totalizando 4.436 m. Foram instaladas parcelas de 20 m x 25 m, intercaladas, ao longo desses transectos, cuja distância entre parcelas foi de 50 m, totalizando 66 unidades amostrais, equivalente a 3,3 ha de área amostrada. Foram identificados e medidos, todos os indivíduos arbóreos que apresentaram circunferência a 1,30 m do solo (CAP) ≥ 25 cm. Registraram-se 3.050 indivíduos, distribuídos em 133 espécies, 93 gêneros e 49 famílias. As espécies que apresentaram maior densidade absoluta foram: Eschweilera odora, Pouteria guianensis, Inga sp., Licania oblongifolia, Maquira guianensis, Xylopia nitida e Eugenia paraensis. As dez espécies que apresentaram maior valor de importância foram Eschweilera odora, Licania oblongifolia, Pouteria guianensis, Inga sp., Xylopia nitida, Maquira guianensis, Eugenia paraensis, Virola multiflora, Protium heptaphyllum e Licania canescens. A junção dessas informações permitirá aos moradores locais conhecer a potencialidade dos recursos naturais de suas propriedades e auxiliar na elaboração de futuros planos de manejo em bases sustentáveis.

Palavras-chave


Amazônia; estrutura fitossociológica; floresta ombrófila densa

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena
Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.