Análise do componente arbóreo em uma área de ecótono Cerrado-Caatinga no sul do Piauí, Brasil

Wallassy de Sousa Macedo, Leovandes Soares da Silva, Allyson Rocha Alves, Andréia da Rocha Martins

Resumo


Objetivou-se nesse estudo conhecer a diversidade florística e a fitossociologia em uma área de ecótono Cerrado-Caatinga no Sul do Piauí. Para amostragem do componente arbóreo foram alocadas aleatoriamente 20 parcelas de 400 m2 (20 × 20 m). Nas parcelas foram mensurados todos os indivíduos vivos com circunferência à altura do peito (CAP) ≥ 6 cm. Avaliou-se os parâmetros fitossociológicos da estrutura horizontal e a diversidade florística das espécies através do índice de diversidade de Shannon (H’). Foram amostrados 2.080 indivíduos distribuídos em 43 espécies e 15 famílias. O índice de diversidade (H’) encontrado foi de 2,77 nats.ind-1. As famílias mais representativas em número de espécies foram Fabaceae (19), Myrtaceae (3) e Combretaceae (3). As espécies mais representativas foram Combretum anfractuosum, Cenostigma macrophyllun, Terminalia actinophylla, Brosimum longifolium e Hymenaea eriogyne que juntas representaram 54,71% dos indivíduos. A distribuição diamétrica mostrou que a maioria dos indivíduos se encontram nas menores classes diamétricas, o padrão J invertido é um indicativo de que as espécies estão se regenerando. Todas as espécies, independente do seu tamanho populacional, contribuem para a diversidade e desenvolvimento da comunidade. O número de indivíduos e a diversidade de espécies mostram que o fragmento se encontra em bom estado de conservação.

Palavras-chave


levantamento florístico, diversidade, conservação

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14808/sci.plena.2019.010201

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Wallassy de Sousa Macedo, Leovandes Soares da Silva, Allyson Rocha Alves, Andréia da Rocha Martins

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.