Análise de aspectos ecológicos da vegetação como ferramenta indicadora da conservação do entorno de cavernas em Laranjeiras, Sergipe

Christiane Ramos Donato, Adauto Souza Ribeiro, Diogo Gallo Oliveira, Leandro Sousa Souto

Resumo


O presente estudo propõe a avaliação do estado de conservação do entorno de ambientes cavernícolas utilizando como critérios composição, diversidade, similaridade florística e fitossociologia em um raio de 20 m a partir da entrada de cavernas. Foram analisadas nove áreas de entorno, sendo divididas em duas categorias de acordo com o estágio de sucessão secundária: inicial (n = 7) e tardio (n = 2). Foram registradas 36 espécies, das quais 21 foram classificadas como pioneiras, três como secundárias iniciais e 12 como secundárias tardias. Os fragmentos circundantes de Mata Atlântica encontram-se em sua maioria em estágio sucessional inicial, em contraposição ao estabelecido na legislação vigente. Os resultados deste trabalho poderão subsidiar a implantação de projetos de recuperação da Mata Atlântica existente na área estudada, identificando áreas prioritárias para conservação.


Palavras-chave


ambiente cárstico, bioindicador, diagnóstico ambiental.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14808/sci.plena.2018.125303

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Christiane Ramos Donato, Adauto Souza Ribeiro, Diogo Gallo Oliveira, Leandro Sousa Souto
Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.