Estudo experimental da fluidodinâmica em leito de jorro de misturas binárias de partículas de bagaço de cana-de-açúcar e de inertes

Bruno Rafael dos Santos Silva, Albert Santos Macedo, Paulo Eduardo Resende Jr., Manoel Marcelo do Prado

Resumo


Neste trabalho, a fluidodinâmica de misturas binárias de partículas de bagaço de cana e de polipropileno em leito de jorro foi investigada experimentalmente sob uma ampla faixa de condições operacionais. Os efeitos do tamanho e umidade de partículas de bagaço, da razão de mistura inerte/bagaço sobre os parâmetros fluidodinâmicos do leito foram examinados. A queda de pressão máxima e a de mínimo jorro atingiram valores que variaram de 2621 a 3582 Pa, e de 54 a 196 Pa, respectivamente. Já a vazão de mínimo jorro variou de 0,0093 a 0,0111 m3 s-1. As quedas de pressão máxima e de mínimo jorro foram significativamente influenciadas pelo teor de umidade e proporção volumétrica de bagaço na mistura binária, enquanto a vazão de mínimo jorro mostrou-se praticamente independente das condições operacionais empregadas. A análise estatística reforçou os resultados obtidos, representando uma ferramenta útil para indicar num trabalho futuro as condições operacionais óptimas.


Palavras-chave


fluidodinâmica, misturas binárias, parâmetros de jorro

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14808/sci.plena.2018.064211

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Bruno Rafael dos Santos Silva, Albert Santos Macedo, Paulo Eduardo Resende Jr., Manoel Marcelo do Prado
Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.