Análise da ocorrência de neoplasias na microrregião de Vitória da Conquista, Bahia

Palloma Porto Almeida, Fernanda Macedo Silva Lima, Petrônio Ribeiro Lima Lacerda, Cláudia Leal Macedo, Gilvaneia Silva Santos, Robson Amaro Augusto da Silva

Resumo


A incidência de neoplasias de mama, estômago e próstata têm aumentado consideravelmente no mundo, decorrente das mudanças no perfil de morbidade e mortalidade. Estudos acerca da ocorrência deste tipo de patologia fornecem informações sobre o perfil epidemiológico de determinada região, o que reflete diretamente a importância do estudo no controle e prevenção da doença, além do desenvolvimento de medidas para tratamento.  Deste modo, o objetivo deste estudo foi analisar a ocorrência de neoplasias de mama, de próstata e de estômago, bem como caracterizar seu perfil histopatológico, na microrregião de Vitória da Conquista, Bahia. Foram analisados 3269 pacientes, correspondentes ao período de 2009 a 2013, disponibilizados pelo Laboratório de Anatomia Patológica e Citopatologia MICRO, através da aplicação de um questionário para análise de variáveis como gênero, idade, ano da biópsia,  neoplasia diagnosticada e seu subtipo histológico. Dentre as neoplasias investigadas, próstata mostrou-se mais ocorrente, correspondendo a 70,5% dos laudos analisados. Seguido de mama, que apresentou como subtipo histológico mais frequente o carcinoma ductal infiltrante. O adenocarcinoma gástrico do tipo intestinal foi o tipo histológico predominante encontrado na coleta dentre as neoplasias do estômago. Deste modo, o estudo fornece uma base acerca do perfil de ocorrência das neoplasias na microrregião de Vitória da Conquista, indicando que estas seguem os padrões epidemiológicos relatados anteriormente para outras regiões.


Palavras-chave


neoplasias gástricas; neoplasias da próstata; carcinoma ductal.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14808/sci.plena.2016.016002

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.