Agalaxia contagiosa em ovinos e caprinos do Estado de Sergipe: dados preliminares

Osmário Marques Santos, Ana Cláudia Campos, Jamile Prado Santos, Patricia Oliveira Meira Santos, Eduardo Luiz Cavalcante Caldas, Anselmo Domingos Ferreira Santos, Elmiro Rosendo Nascimento, Roberto Soares Castro, Edísio Oliveira Azevedo

Resumo


A agalaxia contagiosa é uma doença infectocontagiosa que acomete ovinos e caprinos e se caracteriza por mastite com diminuição na produção de leite seguida de agalaxia, poliartrites e ceratoconjuntivite. Pode ser causada por Mycoplasma agalactiae isolado ou em associação com M. mycoides subsp. capri, M. putrefaciens e M. capricolum subsp. capricolum. Apesar de ser uma doença emergente no Brasil, em alguns estados da região Nordeste se apresenta de forma endêmica. No entanto, até o momento, não há dados sobre a infecção no Estado de Sergipe. Assim, este trabalho tem como objetivo realizar um levantamento preliminar da doença em Sergipe. Foram analisados 194 soros de ovinos e caprinos procedentes das mesorregiões sertão e agreste do estado para detecção de anticorpos anti-M. agalactiae utilizando a técnica de ELISA indireto. A presença da bactéria foi pesquisada pela reação em cadeia de polimerase (PCR) em leite caprino. Todas as amostras de leite foram negativas na PCR, mas o ensaio imunoenzimatico (ELISA) revelou que 20 animais (10,3%) apresentaram anticorpos circulantes, indicando que a infecção está presente nos rebanhos estudados. Os resultados sugerem que novos estudos devem ser conduzidos para estabelecer o risco da disseminação para outros rebanhos.


Palavras-chave


Mycoplasma agalactiae, diagnóstico e semiárido.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.