Germinação de Ormosia arborea (Vell.) Harms submetida a diferentes períodos de exposição e concentração de GA3 pós escarificação mecânica

Aline Cristine Curiel, Cristiano Pedroso de Moraes

Resumo


Diversos autores verificaram as causas e a superação do mecanismo de dormência nas sementes de Ormosia arborea, entretanto não existem relatos na literatura cientifica considerando a influência da exposição das sementes ao ácido giberélico por períodos determinados. O presente estudo teve por objetivo analisar a percentagem, índice de velocidade de germinação e deterioração das sementes pré-embebidas em ácido giberélico nas concentrações de 5, 10 e 20 mg/L-1 por períodos de 1, 3, 6 e 9 horas. As sementes foram distribuídas em lotes de quatro placas de Petri forradas previamente com papel de filtro e umedecidas com água destilada, contendo 25 sementes cada, permanecendo em Câmara de Germinação B.O.D. sob temperatura constante de 25ºC e intensidade luminosa de 116 µmol.m2.s-1. As sementes germinadas foram contadas diariamente sendo retiradas da Câmara de Germinação mediante sua germinação visível através da protusão da radicula. Os dados referentes à porcentagem de germinação (G%), índice de velocidade de germinação (IVG) e deterioramento (% D) foram submetidos à análise de variância e à comparação entre médias pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. Verificou-se que a germinação das sementes de O. arborea foi afetada significativamente pela pré-embebição em GA3 e o  período de exposição ao regulador vegetal a 20 mg.L-1 durante 6 horas apresentou maior germinabilidade dentre as médias obtidas. Observou-se a elevação do índice de velocidade de germinação e o decaimento da percentagem de deterioração das sementes mediante a elevação das concentrações do ácido giberélico, bem como do período de exposição das sementes ao GA3.

Palavras-chave


germinação; dormência; ácido giberélico

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena
Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.