FONTES DE INFORMAÇÃO SOBRE DENGUE E ADOÇÃO DE ATITUDES PREVENTIVAS

Lizandra Makowski Steffler, Letícia Silva Marteis, Roseli La Corte dos Santos

Resumo


A dengue tornou-se grave problema de saúde pública no Brasil, com ocorrência de epidemias desde 1986. A prevenção de epidemias é realizada controlando os criadouros do mosquito. Todavia a eliminação dos locais propícios à proliferação das larvas só é possível por meio da adesão da comunidade às medidas de prevenção informadas. A fim de verificar quais fontes de informação a população tem mais acesso, entre elas o conhecimento proveniente de seus filhos, e se elas apresentam-se efetivas, contribuindo para a mudança de hábito da população, foram aplicados questionários aos alunos do sexto ano da Escola Estadual Olga Barreto, localizada no bairro Rosa Elze em São Cristóvão, e aos seus pais. Concomitante à aplicação do questionário aos pais, foi realizado um levantamento entomológico nas casas dos estudantes para verificar a possível presença de criadouros potenciais para Aedes aegypti, vetor da doença. Observou-se que tanto os pais quanto os alunos demonstraram conhecimento satisfatório sobre os aspectos gerais da dengue, porém não se observou mudança de comportamento por parte dos pais, compatível com o saber, que seja suficiente para interromper a transmissão da doença.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena
Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.