Germinação in vitro de embriões zigóticos e aclimatação de plântulas de mangaba oriundas da cultura de embrião (Hancornia speciosa Gomes)

Karla Cristina Santos Freire, G. G. Coelho, S. L. Russo, Ana Veruska Cruz da Silva, Ana da Silva Lédo, A. J. Sá, C. A. Machado

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo avaliar o efeito de ANA e BAP na conversão in vitro de embriões zigóticos de mangabeira, e o desenvolvimento de métodos e técnicas eficientes de aclimatação de plântulas de mangaba oriundas da cultura in vitro de embriões. Embriões zigóticos cultivados em meio MS com 0,3 g L-1 de Phytagel® e 3,0 g L-1 de sacarose, combinados com diferentes concentrações de ANA (0; 0,2; 0,4 e 0,6 mg L-1) e de BAP (0; 0,5; 1 e 2 mg L-1). Para a conversão de embriões zigóticos de mangabeira é dispensável a presença de ANA ou BAP no meio de cultura. O transplantio das plântulas foi realizado em copinhos de 300 cm3, contendo os substratos esterilizados: T1- areia lavada; T2- areia + pó da casca de coco seco (1:1) e T3- vermiculita + areia (1:1), relacionadas às avaliações de crescimento das plantas (altura de plântula, número de folhas, número de raízes e vigor) para condições ex vitro. Os substratos com areia e pó da casca de coco seco (1:1) e vermiculita e areia (1:1) proporcionaram maior crescimento da parte aérea (2,2 e 2,8 cm), número de folhas (3,0 e 3,8) e número de nós (1,60 e 2,2).

Palavras-chave


Hancornia speciosa Gomes; Apocynaceae; cultura de embrião

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena
Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.