Estudos dosimétricos de Anti-CD20 marcados com radionuclídeos terapêuticas no IPEN / CNEN-SP

G. Barrio, C. R. B. R. Dias, J. A. O. Junior

Resumo


Radioimunoterapia (RIT) faz uso de anticorpos monoclonais (MAb) marcadas com alfa / betaradionuclídeos para fins terapêuticos, levando a irradiação do tumor e destruição, preservar os órgãosnormais sobre o excesso de radiação. A atividade terapêutica a ser injetado em um paciente específico ébaseado em informações obtidas em estudos dosimétricos. Radionuclídeos emissores beta, tais como131I, 188Re, 90Y, 177Lu 166Ho e são úteis para o desenvolvimento de radiofármacos para terapia. Anti-CD20 (rituximab) é um anticorpo monoclonal quimérico anti-CD20 de superfície do antigénio emlinfócitos B, utilizado no tratamento de linfoma não-Hodgkin (LNH). A associação com radionuclídeosbeta mostraram maior eficácia terapêutica. Atualmente, dois radiofármacos com anti-CD20 pararadioimunoterapia tem aprovação do FDA para o tratamento de NHL: 131I-AntiCD20 (Bexar ®) e 90YAntiCD20(Zevalin ®). As técnicas para a radiomarcação do 188Re-antiCD20 foram recentementedesenvolvidos por IPEN-CNEN/SP, a fim de avaliar a utilização clínica deste radionuclídeo emparticular. O uso de 188Re (T1 / 2 17 h) produzido pela decomposição de 188W (T1 / 2 69d), a partir deum sistema gerador de 188W/188Re, representou uma alternativa para RIT. Além de emissão de altaenergia beta para a terapia, 188Re também emite raios gama (155keV) adequados a imagem. O objetivodeste novo projeto é comparar a rotulagem de anti-CD20 com 188Re com o MAb mesmo marcado com131I, 177Lu, 90Y e até mesmo 99mTc. O primeiro passo nesse projeto é a revisão dos dados publicadosdisponíveis sobre a rotulagem deste MAb com radionuclídeos diferentes, juntamente com os dadosobtidos no IPEN, tendo em conta as regras de rotulagem, etiquetagem rendimentos, tempo de reação, onível e tipo de impurezas e de biodistribuição estudos. O código de farmacocinética será desenvolvido emplataforma Visual Studio.NET através VB.NET e C + + para biodistribuição e estudos dosimétricos de188Re-AntiCD20 em ratos, simulando outros sistemas compartimentados e radiofármacos. Após adefinição do modelo, uma simulação será realizada utilizando o 188Re-AntiCD20, avaliando captação tumoral, dosimetria órgãos crítica e estudo de biodistribuição. A dose total de radiação beta recebido pelamedula óssea também será avaliada para todos os medicamentos radiofarmacêuticos.

Palavras-chave


Radioimunotherapy; Anti-CD20; Dosimetria; farmacocinética

Texto completo:

PDF (English) PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena
Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.