As contradições das políticas públicas de cultura e conservação da natureza: Morro da Massaranduba, Arapiraca – AL

Rosineide Nascimento da Silva, Marcos Antônio Silvestre Gomes

Resumo


Este trabalho caracteriza e discute, sob a perspectiva das políticas públicas municipais, os aspectos naturais e culturais do Morro da Massaranduba, uma área de interesse ambiental no município de Arapiraca-AL, Brasil. O Morro apresenta uma vegetação remanescente típica de regiões de transição entre a Caatinga e a Mata Atlântica e destaca-se no município pelo seu patrimônio ambiental/natural e relevância cultural. O estudo pautou-se em consultas bibliográficas; visitas técnicas à área para coletar, identificar e catalogar algumas espécies da flora e ordens da entomofauna; entrevistas em órgãos públicos; aplicação de questionários aos moradores locais. Verificou-se que as políticas públicas de planejamento e gestão da área a torna subutilizada, além de contribuir com passivos ambientais. Notadamente, o Morro apresenta uso restrito servindo, especialmente para uma manifestação religiosa anual, com o espetáculo da encenação da Paixão de Cristo, que contraditoriamente contribui para a extirpação dos elementos naturais.

Palavras-chave


conservação ambiental; Morro da Massaranduba; Arapiraca

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.