Germinação de sementes de tomateiro tratadas com fontes de ferro e zinco para biofortificação agronômica

Keylan Silva Guirra, José Eduardo Santos Barboza da Silva, Glória Caroline Santos Barboza da Silva, Bárbara França Dantas, Carlos Alberto Aragão

Resumo


O tomateiro é uma cultura muito exigente em nutrientes e possui destaque econômico em todo o mundo. No Brasil, alguns tipos de solos são deficitários em micronutrientes. Além do mais, pessoas de várias regiões do mundo têm sofrido devido aos elevados índices de desnutrição e anemia promovidos pela deficiência de ferro e zinco. Portanto, o objetivo do presente trabalho foi avaliar a germinação de sementes e desenvolvimento de plântulas de tomate submetidas às fontes de ferro e zinco, utilizando técnicas de biofortificação agronômica. O experimento foi realizado na Universidade do Estado da Bahia (UNEB), em Juazeiro-BA. O delineamento utilizado foi inteiramente casualizado, constituído de 9 tratamentos e 4 repetições de 25 sementes. Para o tratamento de sementes considerou-se uma produção média de 90 ton ha-1 e um espaçamento de 1,2 x 0,8 m entre plantas. Utilizaram-se como fonte dos nutrientes Sulfato de Ferro e o Sulfato de Zinco. Os tratamentos foram constituídos de 0, 5, 10, 15 e 20% de Zn e 0, 5, 10, 15 e 20% de Fe extraídos pela cultura até a colheita. As características avaliadas foram porcentagem e cinética de germinação, além da coleta de cinco plântulas para determinação do comprimento da parte aérea e raiz, massa fresca e seca da plântula. Os resultados apontam que o incremento de dosagens de Fe e Zn nas sementes não se mostrou positivo, reduzindo a germinação e não proporcionando um desenvolvimento de plântulas.


Palavras-chave


Solanum lycopersicun L., Nutrição vegetal, Micronutrientes.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14808/sci.plena.2015.100201

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena
Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.