Estudo experimental e computacional de um compressor de refrigeração operando sob condições controladas em uma câmara calorimétrica

Ivoni Carlos Acunha Junior, Stephanie dos Santos Pohlmann, Lissandra Silveira da Silveira, Marco Aurélio dos Santos Rahn, Anderson Favero Porte, Elizaldo Domingues dos Santos, Liércio André Isoldi, Michel Kepes Rodrigues

Resumo


A utilização de compressores com acionamento por frequência variável tem sido uma alternativa para a redução da energia elétrica em instalações de refrigeração.Neste trabalho, foram avaliados alguns parâmetros de desempenho de um compressor de refrigeração trabalhando com acionamento do motor elétrico sob frequências de 50 Hz e 60 Hz, utilizando o fluido refrigerante R-404a. Dessa forma, foram realizadas medições em uma câmara calorimétrica submetida a temperatura constante de 32,2 °C. As grandezas medidas foram: temperaturas de bulbo seco e úmido da câmara calorimétrica, velocidade do ar no evaporador, temperaturas de bulbo seco e umidade relativa do ar na área de face do evaporador e no insuflamento, pressões de sucção e descarga do compressor, tensão e corrente elétrica do motor de acionamento do compressor.Dessas medições foram obtidas a capacidade e a potência consumida pelo  motor elétrico de acionamento do compressor, as quais foram utilizadas para determinação do coeficiente de performance e da eficiência isoentrópica do compressor. Além disso, foi realizda a modelagem matemática e a simulação computacional da capacidade de refrigeração do compressor, utilizando tanto os dados de desempenho fornecidos pelo fabricante, quanto aqueles provenientes das medições. O resultados mostraram que o modelo obtido através das medições possui menores desvios do em relação ao desenvolvido através dos dados provenientes do fabricante para as condições estudadas. Além disso, os melhores desempenhos são alcançados para acionamento com frequência de 60 Hz em relação a de 50 Hz.


Palavras-chave


Refrigeração por hidrocarbonestos, compressores, simulação computacional.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14808/sci.plena.2015.081329

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena
Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.