Estudo da hidrodinâmica de diferentes geometrias de sítios de conversão de energia das correntes

Bruno de Castro Pezzato, Eduardo de Paula Kirinus, Wiliam Correa Marques

Resumo


O crescente aumento da população mundial acarreta em um consumo de energia elétrica cada vez maior, sendo a maior parte da energia do mundo gerada a partir de combustíveis fosseis, intensificando a busca pelo desenvolvimento de tecnologias de geração de energia por fontes alternativas. A energia das correntes marinhas é uma fonte alternativa bastante viável, mas que ainda apresenta um alto custo de implementação. Com o desenvolvimento tecnológico este custo tenderá a baixar, então devemos desde já realizar pesquisar para definir os melhores locais de instalação. Na Plataforma Continental Sul Brasileira, existem duas regiões propicias, sendo uma mais adequada. A partir da modelagem numérica utilizando o modelo hidrodinâmico, TELEMAC, com um modulo de conversão de energia, podemos determinar qual seria a melhor geometria para os sítios de turbinas de conversão de energia. Este estudo demonstrou que um sítio com 10 turbinas estando a 45° em relação à costa apresenta o melhor rendimento.

Palavras-chave


Energias renovaveis, correntes costeiras, sitios de conversão

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14808/sci.plena.2015.081318

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Scientia Plena

Licença Creative Commons
Todo conteúdo deste periódico, salvo quando explicitado de forma diferente, está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.